Estudos de Incidência Patrimonial

Os Estudos de Incidência Patrimonial (EIP) têm por base de caracterização projetos que não estão sujeitos a Avaliação de Impacte Ambiental e cujo potencial impacte na mobilização de solos pode resultar na destruição ou séria ameaça ao Património Cultural.

Do conjunto de projetos realizados pela NEXO destacam-se:

  • operações florestais (desmatações, preparação de terrenos, arborizações e/ou rearborizações, abertura de covachos, surribas e aceiros, etc.);

 

 

  • operações de agricultura intensiva (despedregas, surribas , prepração do terreno em socalcos ou sua remoção, abertura de valas de rega, abertura de novos acessos ou alargamento dos já existentes, etc.).

O objetivo de um EIP consiste na identificação, previsão e avaliação dos efeitos (positivos ou negativos), sobre o Património Cultural, associados à implementação do Projeto, auxiliando na minimização de eventuais impactes  negativos e potenciando os impactes positivos.

«De uma atuação preventiva e planeada, assente num EIP, resultam projetos mais vantajosos e menos onerosos que uma atuação posterior decorrente da imposição de medidas de minimização de danos por afectação e/ou destruição de Património Cultural»   

© 2021 NEXO Património Cultural

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube